PluriBlog

FATALIDADE

espuma

 

Não sei tecer
senão espumas,
nuvens
e brumas.
Coisas breves,
leves,
que o vento desfaz.

Como prender-te
em teia tão frágil?

Luísa Dacosta

Partilhar

Um Comentário

  • Diana Pereira

    Lindo ((:

    Colocado a 30 Janeiro, 2015 às 20:51 | Permalink

Deixa um comentário

O teu e-mail nunca é mostrado. Campos necessários marcados com *

*
*