PluriBlog

A ATENÇÃO, O GESTO PRIMORDIAL DA AMIZADE (um poema para os amigos)

cartas

Somos cartas.
Fechadas.
Improváveis desenhos.

Depois chegas.
Primeiro o olhar.
Depois o sorriso.
Depois o toque.
Da voz.
Da mão.
Da atenção.

Abres, então, a carta.
Lentamente.
Um  pouco cada dia.
E juntamo-nos.
Nas semelhanças.
Nas diferenças.
E crescemos.
E somos.

É esta a história
da atenção .
É esta  a história
da amizade.

Teresa Freitas in Infinita Leveza

imagem_2

A imagem que melhor ilustra a amizade: ” A circle tree” do pintor  Kandinsky

Partilhar

Deixa um comentário

O teu e-mail nunca é mostrado. Campos necessários marcados com *

*
*