PluriBlog

AMOR

 

amor-fluir

Acontece

que fluímos,

naquele fluir                              preso

que se chama amor.

 

Algemados de silente               leveza,

e inexorável                                liberdade

de que me vou já despedindo,

sem partir.

 

Teresa Freitas in Infinita Leveza

 

Partilhar

Comentários (11)

  • Catia Duarte

    Gostei muito do post com a imagem que me atraiu muito.

    Colocado a 25 Fevereiro, 2015 às 17:32 | Permalink
  • Elsa Neto

    Um poema muito giro…..no mar ando quero navegar!

    Colocado a 25 Fevereiro, 2015 às 18:34 | Permalink
  • Cláudia Silva

    gostei muito do post que li anteriormente , pois retratava um tema muito comum no quotidiano uma vez que o amor é muito importante nas nossas vidas, nao encontramos o amor so nos nossos namorados mas também no seio familiar e nos amigos dai a importância desta palavra

    Colocado a 26 Fevereiro, 2015 às 18:21 | Permalink
  • Vânia Fonseca

    Muito bonito este post!!!

    Colocado a 26 Fevereiro, 2015 às 19:26 | Permalink
  • Célia barros

    Mt giro…gostei:-)

    Colocado a 26 Fevereiro, 2015 às 19:36 | Permalink
  • Margarida Leal Silva

    Gostei do post ….. um lindo, eterno e infinito amor……

    Colocado a 28 Fevereiro, 2015 às 9:54 | Permalink
  • Margarida Leal Silva

    Um lindo, eterno e infinito amor……

    Colocado a 28 Fevereiro, 2015 às 9:59 | Permalink
  • Carla neves

    A imagem é muito fofinha. Transmite paz e harmonia. O poema encaixa na perfeição. Parabéns.

    Colocado a 28 Fevereiro, 2015 às 10:10 | Permalink
  • Sara Santiago

    O amor delícia a nossa alma,liberta a nossa mente e prende a saudade.

    Colocado a 28 Fevereiro, 2015 às 11:36 | Permalink
  • Sandra Rocha

    Adorei o post visto ser uma eterna apaixonada. fiquei fã do blog :)

    Colocado a 28 Fevereiro, 2015 às 11:58 | Permalink
  • Leonor Silva

    Lindo post ☺
    O amor é maravilhoso quando há sintonia entre pessoas…..
    O amor maior do mundo são dos pais para com os filhos, um amor eterno e verdadeiro.

    Colocado a 1 Março, 2015 às 15:48 | Permalink

Deixa um comentário

O teu e-mail nunca é mostrado. Campos necessários marcados com *

*
*