PluriBlog

AS TEMPESTADES SÃO SEMPRE BELAS (a propósito do último Domingo)

As tempestades são uma oportunidade. De atenção.

Aos azuis que passam subitamente a cinza escuro e intenso, tão próximo de nós. Ao ar que pára, ao mar que acalma, à voz que declina sem o perceber, ao silêncio que se ouve majestosamente.

A natureza espera então. Nós esperamos.

Eis quando tudo se ilumina com estrondo. O céu chora intensamente, diluvianamente e nós estremecemos. As árvores tentam fugir desesperadamente. O mar acorda e riposta em ondas altas e vigorosas.

Repetido , vezes sem conta, até aquele raio de sol que se abre num belo arco-íris, daqui ao fim do mundo.

Serenamos, assim.
Externas ou internas as (nossas) tempestades são sempre belas e poderosas.

111

222

333

Partilhar

Deixa um comentário

O teu e-mail nunca é mostrado. Campos necessários marcados com *

*
*