PluriBlog

AZIA OU PIROSE – SABE O QUE É ? COMO TRATAR?

AZIA-1

Definição
Quando falamos em azia referimo-nos a dor ou ardor no peito, atrás do esterno, geralmente depois de comer. A dor muitas vezes agrava na posição de deitado ou quando nos curvamos.
Ter azia ocasionalmente é comum e não há motivo para alarme e as pessoas sabem como a controlar recorrendo aos anti – àcidos e ao mudando o seu estilo de vida.
Quando a azia é mais frequente ou interfere com sua rotina diária pode ser um sintoma de uma doença mais grave que necessita de cuidados médicos.

AZIA-2
Quando consultar o médico
Faça uma consulta com seu médico se:

• Azia ocorre mais de três vezes por semana
• Os sintomas persistem, apesar do uso de anti – ácidos .
• Tiver dificuldade em engolir ou na passagem dos alimentos .
• Tiver náuseas ( enjoo) ou vómitos persistentes.
• Se perdeu peso .
Procure ajuda imediata, se sentir dor forte no peito ou pressão, especialmente quando combinado com outros sinais e sintomas como dor no braço ou na mandíbula ou dificuldade para respirar. Dor no peito pode ser um sintoma de um ataque cardíaco.

AZIA-4
Causas

A azia ocorre quando o ácido conteúdo do estômago reflui para o esófago (o tubo que transporta alimentos da boca para o estômago).

Normalmente, quando se engole, uma banda de músculo ao redor da parte inferior do esôfago (esfíncter esofágico inferior) relaxa para permitir que os alimentos e os líquidos passem para o estômago. Em seguida, o músculo volta ao normal impedindo que o conteúdo gástrico regresse ao esófago.

Se o esfíncter esofágico inferior relaxar anormalmente ou enfraquece, o ácido do estômago pode refluir para o esófago (refluxo ácido) e causar azia. O backup de ácido pode ser pior quando se está curvado ou deitado ou curvado.

Destaque

Factores de risco

Certos alimentos e bebidas podem provocar azia em algumas pessoas, tais como :

• Alimentos picantes
• Cebolas
• Citrinos ( laranja, tangerina, limão )
• Tomate e derivados tais como ketchup
• Alimentos gordurosos ou fritos
• Hortelã-pimenta
• Chocolate
• Álcool, Bebidas com gás, Café ou outras bebidas com cafeína

As refeições muito abundantes, ricas em gordura, o excesso de peso e a gravidez também aumentam a probabilidade de ter azia .

 

Complicações

Quando a azia ocorre com frequência e interfere com a rotina daria fala-se em doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). Neste caso o ácido pode provocar inflamação no esófago (esofagite) , requerendo exames médicos especiais e tratamento específico.

Testes de diagnóstico

Endoscopia digestiva alta , para verificar se há anormalidades no esófago (esofagite). Se necessário uma amostra de tecido (biópsia) poderá ser recolhida para análise.

pH metria e pH impedâncitometria: Sondas ambulatoriais (por períodos de 24h) que identificam quando e por quanto tempo, o conteúdo (ácido e não ácido) do estômago refluiu para o esófago.
A sonda é colocada no esófago e conectada a um pequeno computador que se usa em torno da cintura ou numa cinta sobre o ombro.

Testes de motilidade do esófago (manometria esofágica) para medir a pressão e os “movimentos” do esófago e do esfíncter esofágico inferior.
• Trânsito esofágico: Raio-X, para ver a forma do esófago e estômago, nomeadamente a presença de hérnia do hiato.

620x954-azia-refluxo

Partilhar

Deixa um comentário

O teu e-mail nunca é mostrado. Campos necessários marcados com *

*
*