PluriBlog

PARA TI, AMIGA

 

Sentas-te ao meu lado.

Lenta e coreograficamente

damo-nos as mãos,

tal equilíbrio perfeito.

 

Falamos então

a partir da pele,

sem interrupções,

sem dúvidas ou reticências,

sem esconder ou julgar.

Percorremos todos os verbos

sem os corrigir.

Falamos tão-somente a partir da pele.

 

Por isso somos amigas.

Por isso é tão importante o nosso silêncio.

 

Teresa Freitas in Infinita Leveza  

amigas-3

Partilhar

Comentários (5)

  • Cristina Tavares

    Está um poema bonito, sereno, calmo e transmite tranquilidade.

    Colocado a 15 Abril, 2015 às 11:52 | Permalink
  • claudia Vieira

    gostei, bonito poema e dedico este poema à piscas. :-)

    Colocado a 17 Abril, 2015 às 12:53 | Permalink
  • claudia Vieira

    *Gostei, bonito poema e dedico este poema à piscas. :-)

    Colocado a 17 Abril, 2015 às 12:55 | Permalink
  • Isabel Martins

    Temos todosde curtir a amizade….

    Colocado a 17 Abril, 2015 às 14:21 | Permalink
  • Conceição Pinto

    Está muito giro!

    Colocado a 17 Abril, 2015 às 14:49 | Permalink

Deixa um comentário

O teu e-mail nunca é mostrado. Campos necessários marcados com *

*
*