PluriBlog

SOBRE A AMIZADE

blog_0

Porque  se celebra o dia internacional da  Amizade e o dia do Amigo, use as palavras que nos beijam e escreva um poema, uma carta ao(s) seu(s) amigos!!
Dia do Amigo é uma data proposta para celebrar a amizade entre as pessoas. A data mais difundida para esta celebração é 20 de julho, aniversário da chegada do homem a lua.
Em 27 de abril de 2011, durante a sexagésima quinta sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, dentro do tratamento da “Cultura de paz”, se reconheceu “a pertinência e a importância da amizade como sentimento nobre e valioso na vida dos seres humanos de todo o mundo” e decidiu-se designar como Dia Internacional da Amizade o 30 de julho, em concordância com a proposta original promovida pela Cruzada Mundial da Amizade.[] A iniciativa foi apresentada conjuntamente por 43 países e foi aceite unanimemente pela Assembleia Geral.

Envie para o nosso blog  o seu sentir… e o autor da mensagem mais criativa ganhará um exemplar do meu livro “Therasia”. Pode participar até o dia 31 de Julho. O resultado será anunciado no dia 5 de Agosto.

E assim escreveu a propósito do tema o grande poeta português Alexandre O`Neill:

blog1
Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca.
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto;
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.

Alexandre O’Neill,  No Reino da Dinamarca

Amigo
Mal nos conhecemos
Inaugurámos a palavra «amigo».

«Amigo» é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo,
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece,
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!

«Amigo» (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
«Amigo» é o contrário de inimigo!

«Amigo» é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado,
É a verdade partilhada, praticada.

«Amigo» é a solidão derrotada!

«Amigo» é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
«Amigo» vai ser, é já uma grande festa!

Alexandre O’Neill,  No Reino da Dinamarcablog3

Partilhar

Um Comentário

  • Rui Vaz Pinto

    Só agora (20150805, 01h20) vejo, deixo, com parabéns pela iniciativa, uma quadra de José Martí
    (1853—1895), em Versos Sencillos (1891):
    Si dicen que del joyero
    Tome la joya mejor,
    Tomo a un amigo sincero
    Y pongo a un lado el amor.

    Colocado a 5 Agosto, 2015 às 1:21 | Permalink

Deixa um comentário

O teu e-mail nunca é mostrado. Campos necessários marcados com *

*
*